Destaques
seta

Freguesias | Guifões

Património Imaterial

« voltar

O Linho

A cultura do linho, atualmente extinta em Guifões, foi praticada até ao ano de 1922, perdendo-se na bruma do passado a sua origem, dada a sua prática pelos castrenses do Castrum Quiffiones, muito antes dos romanos o terem tomado e desarmado. A velha Roma Imperial tinha especial predileção pelos linhos da Península que com frequência empregavam na cura de feridas. Reina ainda na memória de muitas pessoas idosas de Guifões a sua cultura e os alegres folguedos a ela inerentes.

Trabalhos Agrícolas

A agricultura era a única fonte de riqueza de Guifões e ainda hoje tem um forte peso na balança da economia local. Ocupava um grande número de braços, quer como criados quer como jornaleiros, que trabalhavam à jorna, tendo residência própria e lar constituído. Com as modernas máquinas agrícolas, os trabalhos dos campos sofreram uma grande mudança e a lavoura, hoje em dia, embora conserve tradicionais usos e costumes está longe de corresponder à simples e romântica rotina campestre.

Menu

vídeos

seta
40ª Corrida da Liberdade